O CARDÁPIO

Afirmam os grandes gastrônomos que a cozinha é o “coração de um restaurante”…  e nela ocorre “o mais privado e arriscado ato”, pois “no alimento se coloca ternura ou ódio” e “na panela se verte tempero ou veneno”, palavreando Mia Couto  “cozinhar não é serviço. Cozinhar é um modo de amar os outros. “